in

Homem é condenado à prisão perpétua por incitar atentando contra príncipe George

Na última sexta-feira (13), Husnain Rashid, de 32 anos, foi condenado por um tribunal britânico à prisão perpetua, podendo recorrer somente após 25 anos em regime fechado, por ter incitado um assassinato contra o pequeno príncipe George enquanto ele estivesse na creche onde ele havia começado no mês anterior.

O homem usou a plataforma de mensagens eletrônicas “Telegram” para enviar textos a seus amigos de grupos jihadistas, encorajando-os a invadir a escola do príncipe. O caso ocorreu em outubro de 2017.

George que é filho de William, hoje Duque de Cambridge, e da duquesa Kate Middleton, tem quatro anos e é o terceiro na linha de sucessão ao trono da Inglaterra, ficando atrás apenas do príncipe Charles, seu avô, e do irmão. Depois deles vem à princesa Charlotte e o mais novo membro da família real, o príncipe Louis.

Nas mensagens de Husnain, ele também incentivava a pratica de atentados contra locais de grande movimento de pessoas, como estádios de futebol, sugestionando que esses locais seriam mais vulneráveis e facilitariam o sucesso dos ataques.

Ao ler a sentença do homem, o juiz Andrew Lees responsável pelo caso disse que as mensagens de Husnain foram claras e que ele havia inclusive passado o endereço da escola da criança da família real, e que ele havia também incluído fotos do local, incitando que tanto o pequeno príncipe George como os outros membros da família real, seriam alvos em potencial para os terroristas.

Durante o julgamento o homem que anteriormente havia se declarado inocente, assumiu que foi autor de todas as mensagens, e ainda confessou mais dois crimes dos quais nem estava sendo acusado. Segundo ele próprio, os outros crimes ocorreram em outubro de 2016.

Ele teria preparado outros atos terroristas e também fazia promoção a pratica do terrorismo. O homem usava um canal da internet chamado de “Lone Mujahid”, em tradução livre, algo como “Combatente solitário”, para incitar, encorajar e orientar outros jovens as praticas de atos de horror.

O julgamento ocorreu em Londres, no tribunal de Woolwich, e seu resultado era esperado por grande parte da população britânica que tem grande afeição pela família real, em especial pelas crianças.

 


Qual sua opinião? Escreva abaixo👇


Thumbnails" widget to render:

What do you think?

2 points
Upvote Downvote

Jovem de 20 anos diz ser profeta, se joga em jaula de leões e o pior acontece